Humalin Defense: o reforço para o sistema imunológico

Hoje em dia, qual é o indivíduo que não apresenta diversas atividades para serem realizadas dentro de 24 horas? Ida ao escritório, saída para uma reunião e um relatório para terminar. Entra no carro e sai do carro. Ar condicionado e ar ambiente. Ao final do expediente, chega a casa e outro turno a cumprir! Você se identificou? Vivenciamos uma rotina frenética e globalizada. Nesse turbilhão de atividades, nosso sistema imunológico fica sobrecarregado e ao mesmo tempo comprometido. E, qual o resultado disso? Aumento de infecções recorrentes (resfriados, gripes, infecção urinária de repetição) e até mesmo de doenças crônicas degenerativas.

Promover o constante funcionamento do Sistema Imune (SI) é fundamental na prevenção do estabelecimento de doenças crônicas e degenerativas!

Diante disso, na nossa rotina, é extremamente importante, contarmos com o consumo de nutrientes estratégicos capazes de melhorar e/ou estimular o sistema imune, de forma que o deixe “preparado” para enfrentar as adversidades diárias. Dessa forma, estaremos deixando o nosso exército de defesa, ou seja, as células brancas (leucócitos) prontas para qualquer combate aos agentes estranhos que causam essas doenças.

Dentre os nutrientes com eficácia comprovada de melhora do sistema imune, existem 3 que merecem destaque: o Betaglucano de Levedura (Wellmune®), a Lactoferrina e o Cranberry.

O Betaglucano de Levedura (Wellmune®) apresenta um efeito imunoestimulante. Ou seja, é uma substância, não produzida pelo nosso organismo, comumente encontrada no lêvedo de cerveja, a qual estimula a produção de leucócitos – as nossas células brancas de defesa, lembra?

Além disso, o Betaglucano de levedura é considerado um potente estimulador dos macrófagos intestinais! Macrófagos? Isso mesmo, substâncias que ficam nas nossas células intestinais garantindo a nossa primeira barreia de defesa imunológica! São por essas razões, que observamos estudos científicos evidenciando seus benefícios para redução de infecções recorrentes, como gripes e resfriados, além de redução em sintomas alérgicos. Auinguer e colaboradores (2013), ao conduzirem estudo com 162 indivíduos que apresentavam infecções recorrentes. Foi observado que a suplementação diária de com Betaglucano reduziu o número de infecções por resfriado comum em 25% em comparação com placebo.

A lactoferrina, substância encontrada em grande abundância, no colostro – primeira parte do leite materno – é extremamente conhecida quanto aos seus potenciais efeitos benéficos ao sistema imunológico. Afinal, há muitas décadas, sabe-se da importância do leite materno para o sistema imunológico dos bebês, não é mesmo? E, isso se deve majoritariamente, pela presença da Lactoferrina. Então, quer dizer que crianças (acima de 2 anos de idade), adolescentes, adultos e idosos, precisam voltar a tomar leite materno para garantir sua dose de lactoferrina? Não! Hoje, existem compostos alimentares que trazem essa importante substância! Seu papel no sistema imune está ligado ao seu efeito bacteriostático e bactericida.

A propriedade bacteriostática que a Lactoferrina apresenta, deriva-se da sua propriedade de ligar-se ao ferro circulante no organismo. Dessa forma, não havendo disponibilidade de ferro, não há crescimento bacteriano. Carvalho e colaboradores (2017) observaram a eficácia da Lactoferrina referente ao seu efeito antiviral, demonstrando resultado positivo em até 90% de proteção contra os vírus da Dengue, Zika e Chikungunya. Em adição, outros autores reportaram a atuação da Lactoferrina nas doenças crônico degenerativas, como o câncer. Moastafa e colaboradores avaliaram o efeito da Lactoferrina em 32 pacientes com câncer cólon retal em tratamento quimioterápico. Os resultados do estudo sugerem que o grupo suplementado com Lactoferrina, apresentou efeito benéfico clinicamente, melhor prognóstico da doença e resultados clínicos positivos.

Bom, já percebemos 2 importantes nutrientes que podem ser utilizados no fortalecimento do nosso exército de defesa, e consequentemente, no nosso sistema imunológico. Mas, ainda precisamos destacar o Cranberry.

O Cranberry, substância rica em Proantocianidinas, apresenta diversos benefícios ao organismo, dentre os quais, destaca-se a sua atuação na prevenção das infecções urinárias de repetição. Depois de ingerido, acredita-se que as Proantocianidinas do Cranberry inibem a fixação da bactéria Escherichia coli (presente no intestino) no trato urinário, prevenindo, dessa forma, as doenças urinárias. É por essa razão, que vemos hoje, muitos protocolos clínicos indicando a utilização do Cranberry para a prevenção das infecções urinárias de repetição, as quais são muito presentes em mulheres.

Após observarmos os benefícios dessas substâncias no sistema imunológico, uma dúvida pode resultar: precisamos ingerir esses compostos separados? Onde os encontramos? A resposta é fácil! Hoje, encontramos a força dessas 3 substâncias estratégicas para fortalecimento e/ou melhora do sistema imunológico, dentro de 1 produto novo recém lançado no mercado: o Humalin Defense.

O Humalin Defense é um composto alimentar que ajuda na defesa do organismo. Em sua composição, encontram-se Betaglucano de Levedura (250 mg), Lactoferrina (100 mg) e Cranberry (300 mg). Ou seja, em um único sachê, encontramos a força dos três nutrientes estratégicos para o fortalecimento do sistema imunológico!

Humalin Defense: O Reforço para o Sistema Imunológico!

Texto por Camila Prim

Comments are closed.