“Saber envelhecer é uma arte, isso eu sei, modéstia à parte” já dizia o sábio músico, Adoniram Barborsa. Envelhecemos a cada instante, se pararmos para pensar, estamos mais velhos agora do que na hora em que iniciamos a leitura do texto. Não tem escapatória, nascemos, crescemos, envelhecemos e morremos, faz parte do ciclo natural da vida, não podemos mudar isso, mas podemos mudar a forma como vamos envelhecer.

Quando escutamos a palavra idoso, quase sempre, vem na mente uma pessoa debilitada, e isso ´r um preconceito nosso, basta pararmos e observarmos quantos idosos são adeptos de alguma atividade física, ou estão se formando na faculdade agora e aprendendo alguma coisa nova. Ouso em dizer que alguns até possuem mais disposição que muitos jovens e isso é o suficiente para provar que nosso pensamento não passa de preconceito.

Precisamos refletir em longevidade desde jovens, porque prevenir doenças é mais fácil do que consertar. Criar hábitos e rotinas saudáveis facilitam e melhoram o jeito de envelhecer, quebrando o preconceito de que idosos são frágeis e necessitam sempre de ajuda. Então, A Humalin te desafia a começar a partir de hoje o processo de longevidade, afinal “ a coisa mais moderna que existe nessa vida é envelhecer”

Comments are closed.