A importância da proteína para a vida

As proteínas são chamadas de construtoras, pois sua principal função é a de construir e conservar o organismo. O corpo humano necessita das proteínas para crescer.   Elas formam músculos, esqueleto, pele, cabelo e unhas e são constituintes básicos do coração, pulmão, rins e também do sangue.

A função  das proteínas não é  apenas fazer alguém ganhar massa. Elas são responsáveis por:

  • Reconstruir tecidos lesionado, por exemplo, cicatrizar um ferimento.
  •  Regenerar dar mobilidade à musculatura.
  •  Realizar o transporte de substâncias em todo o organismo;
  •  Formar  substâncias vitais para nossa imunidade, como os anticorpos.
  • Produzir hormônios;

O desafio de ofertar proteína suficiente para adultos em envelhecimento 

É comum que as pessoas comecem a comer menos alimentos com a idade. Adultos mais velhos, que comem abaixo do recomendado, muitas vezes não conseguem atingir a quantidade suficiente de proteínas, apesar de sua necessidade ser elevada. A ingestão inadequada de proteínas está intimamente ligada à perda de força e funcionalidade muscular.

Vários especialistas em nutrição recomendam que para os idosos a ingestão de proteína deve ser maior em comparação com a de adultos mais jovens.  Assim, a ingestão recomendada para os idosos é de 1,0 g até 1,2 g de proteína por quilograma de peso corporal por dia.

Por exemplo:

Um homem com mais de 50 anos, pesando 80kg, deve consumir de 80 a 96 gramas de proteína por dia (o que corresponde a 280-340g de peito de frango por dia).

Os adultos mais velhos devem procurar ingerir quantidade suficiente de proteína por meio de

uma dieta saudável e equilibrada, e / ou com o apoio de suplementos nutricionais de alta qualidade, ricos em proteínas.

Texto por Alessandra Frizoni

Comments are closed.